A DILMA O QUE É DE DILMA

A DILMA O QUE É DE DILMA

       Corre nas redes pesquisa dando conta de que 87% dos brasileiros acham que o investimento privado em campanhas políticas gera corrupção e que, portanto, a decisão do STF tem sintonia com a vontade da maioria. Sempre achei que a palavra adequada para tal não era “doação” e sim “investimento”. A fatura, cedo ou tarde, sempre chegava. Sobre o tema, vale a pena trazer à memória dois fatos: 1) Todos os baluartes da moralidade e dos bons costumes, comandados pelo senhor Aécio Neves, votaram contra o fim do investimento privado nas campanhas, ou seja, bradam contra a corrupção, mas são fervorosos defensores da promiscuidade que sempre existiu nessa seara; 2) em 2013, na esteira daquelas mobilizações juninas, a Presidenta Dilma Rousseff já levantava a necessidade de se acabar com o investimento privado nas campanhas políticas e continuou defendendo essa tese. Pergunta para uma resposta óbvia: quem tem compromisso com a lisura e a democracia no País?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page