BREVE AULA (GRATUITA) DE ANÁLISE DO DISCURSO

BREVE AULA (GRATUITA) DE ANÁLISE DO DISCURSO

Não se iludam. O senhor Eduardo Cunha, como se diz aqui pelas nossas bandas, não é daqueles tolos que caem da rede e ficam a brincar com os punhos. Sua primeira reação, diante da acusação de ter recebido R$ 5 milhões em propina, não foi defender a si mesmo, mas angariar cumplicidade institucional. “Há um objetivo claro de constranger o Poder Legislativo”. Sacaram a parada da arguta criatura? Sibilinamente, desviou o foco da acusação de si para a instituição Congresso. Traduzindo em miúdos: quem está em xeque não é Sua Excelência o achacador da República, mas a instituição Congresso Nacional, que deve se defender de constrangimentos. Viram como ele sabe administrar seus interesses trabalhando ardilosamente o discurso?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page