PAIXÃO POR LIVROS

PAIXÃO POR LIVROS

       Sabe dessas coisas que azucrinam dias e dias na cachola? Pois foi assim desde que li um texto na seção Brasiliana, da revista Carta Capital, dando conta de que uma editora de São Paulo decidira incinerar 3.700 exemplares de dois livros da escritora Chantal Dalmass. A alegação empresarial era de que a obra apresentava “nível insatisfatório de rotação comercial”. Numa tradução à altura dos pobres mortais, os livros estavam encalhados. Já movido pela aflição, entre a passagem do primeiro para o segundo parágrafo da matéria, o óbvio me veio à cabeça. Continue lendo

VASTAS TRAQUINAGENS E MANIPULAÇÕES IMPERFEITAS

VASTAS TRAQUINAGENS E MANIPULAÇÕES IMPERFEITAS

       As velhas e cansadas redações não têm mais pruridos, não têm mais pudor, não fazem mais nenhum esforço pra disfarçar que não estão praticando jornalismo, mas política partidária no sentido stricto sensu. Esse último episódio escancarou a traquinagem e mandou o jornalismo para os confins do inferno. Tudo começou com o depoimento do doleiro Alberto Youssef na CPI da Petrobras, reafirmando que o candidato derrotado à Presidência, Aécio Neves, havia recebido propina na famosa Lista de Furnas. Continue lendo

PARA ENTENDER A MÍDIA

PARA ENTENDER A MÍDIA

       Quais possíveis leituras você faria da seguinte manchete, divulgada esses dias no canal Globo News? “Filho de Ivo Pitanguy está internado em estado grave após acidente com morte”. Numa possível leitura, o filho de Pitanguy teria sido vítima de um acidente, com a morte do responsável. Numa outra, alguém teria causado o acidente que causou a morte de uma pessoa e deixou o filho de Pitanguy em estado grave. Uma coisa é certa e pode ser depreendida da manchete sem nenhum esforço: a pessoa que ficou em estado grave tem referência social, não é qualquer um, mas filho do famoso cirurgião plástico Ivo Pitanguy. Continue lendo

ACESSO À INTERNET: UM SAGRADO DIREITO

ACESSO À INTERNET: UM SAGRADO DIREITO

       Coisa de alguns anos, participei de uma missão à Finlândia. Mais precisamente a uma cidadezinha escondida no mapa chamada Oulu. Na perspectiva do senso comum, ela estaria no fim do mundo. Na perspectiva de seus moradores, certamente que Oulu está, isso sim, no início do mundo. Ao tentar conectar meu notebook à rede de internet do hotel, dei-me conta de que havia uma outra, de acesso livre e com uma qualidade bem superior. Descobri depois. Continue lendo

O SILÊNCIO DOS ABUTRES

O SILÊNCIO DOS ABUTRES

       Essa gente nunca enganou os que contam com um mínimo de discernimento e consciência crítica. Felizmente, a grande maioria. Na esteira da denúncia da PGR contra o presidente da Câmara Federal, acusado de embolsar US$ 5 milhões em propina, além de outras traquinagens, o silêncio de demos, tucanos e outras espécies menores denuncia, em alto e bom tom, que o negócio deles nunca foi combater a corrupção, mas alimentar e incensar o mórbido projeto de chegar ao poder pelo modo mais fácil, pelo atalho do golpe. Continue lendo

SEGUREM OS ENTREGUISTAS!

SEGUREM OS ENTREGUISTAS!

       Foi pouco divulgado e pouco comentado, infelizmente. Se não desviarem os caminhos dos recursos para outras ações, o Brasil terá em mãos uma chance assegurada de dar um gigantesco salto na educação de sua gente. O Instituto Nacional de Óleo e Gás, ligado à Universidade Estadual do Rio de Janeiro, realizou novos estudos e concluiu que o polígono do pré-sal conta com, pelo menos, 176 bilhões de barris. Continue lendo

TUDO COMO DANTES

TUDO COMO DANTES

       Não adianta. Repetiu-se como de outras vezes. Prometi a mim mesmo que passaria pelo menos uma semana da licença médica compulsória desplugado de jornais, revistas, internet, TV, Tuíter e Feicebuque. Como de outras vezes, impus-me a crença de que a abstinência era componente fundamental para eu me recuperar do cansaço e do estresse. Para uma criatura urbanoide, como eu, isso não é sacrifício pouco, podem acreditar. O fato é que consegui o pretendido. Até já falei sobre isso. Continue lendo

A SINTONIA GOLPISTA DO DISCURSO TUCANO

A SINTONIA GOLPISTA DO DISCURSO TUCANO

       Os tucanos José Serra e Fernando Henrique Cardoso deram uma afinada no discurso para tirarem uma casquinha das grotescas manifestações de rua acontecidas no último fim de semana. E se valeram de um expediente discursivo com tons fascistas bastante manjados. Consiste em se apropriarem indevidamente, numa espécie de falsidade ideológica, de uma representação que não lhes cabe, porque não têm lastro para tal. Serra outorga a si o direito de falar em nome de “todos os brasileiros” e, despudoradamente, anuncia que “o país gostaria que Dilma renunciasse”. Continue lendo

OS GOLPISTAS ESTÃO NUS!

OS GOLPISTAS ESTÃO NUS!

       Isso mesmo. No último domingo a coisa ficou minguada. Nem mesmo a extrema seletividade nos protestos contra a corrupção alheia deu as caras. Ninguém vociferou contra os R$ 5 milhões do Cunha, nada contra os políticos de várias matizes, incluindo demos e tucanos, envolvidos na Lava Jato, nada mesmo contra o trensalão, a lista de Furnas, os sonegadores da Operação Zelotes e da lista do HSBC. Continue lendo

DOIS PESOS E UMA NOTÍCIA

DOIS PESOS E UMA NOTÍCIA

       No sábado, véspera dos protestos contra o governo, o jornal A crítica se saiu com uma manchete na primeira página que mais soava como convite e estímulo: “Impeachment nas ruas”. Em seguida, uma página inteirinha sobre o tema. Hoje, véspera das mobilizações dos movimentos sociais em prol da democracia, nenhuma linhazinha sequer sobre o assunto. Pergunta pueril: de qual lado está o jornal? Pergunta óbvia: Como levar a sério a mídia?