VIRAM O BELCHIOR POR AÍ?

       Bate uma lembrança danada. Resgato Belchior no Spotify. Que beleza! O reencontro tem o dom da reinvenção. Assim como a releitura de um livro depois de anos. Descobertas antes não percebidas veem à tona. Afinal, a percepção é alimentada pela história e pelas experiências acumuladas na vida. Eu não sou hoje o mesmo. Sou outro. Não mais aquele que ouvia Belchior anos atrás. E os ouvidos mais apurados do outro de hoje se dão conta. Como é intensa a inspiração de Belchior! Como são primorosos e sofisticados os arranjos de suas músicas! Como são inquietantes suas provocações! Quer quando nos impregna de um passado que vive em nós, “…apesar de termos feito tudo, tudo o que fizemos, ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais”, quer quando nos liberta desse mesmo passado, “…no presente, a mente, o corpo é diferente, e o passado é uma roupa que não nos serve mais”. A música brasileira anda um pouco pobre. Ô, gente, alguém viu o Belchior por aí?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page